PORTES GRÁTIS EM COMPRAS SUPERIORES A 30€

 

Junte-se à

Subscreva a nossa Newsletter e receba todas as novidades da sua Loja de Cosmética Bio

ORGANII | BIO BLOG | Ano Novo Chinês – As Reflexões e o Ritual de Cátia Curica

Ano Novo Chinês – As Reflexões e o Ritual de Cátia Curica

O novo ano Chinês é a entrada num novo ano lunar, inicia-se na segunda lua nova do ano e a data pode variar entre 20 de janeiro e 18 de fevereiro[...]

O novo ano Chinês é a entrada num novo ano lunar, inicia-se na segunda lua nova do ano e a data pode variar entre 20 de janeiro e 18 de fevereiro. Este ano calha a 12 de fevereiro e é a altura de deixar para trás o que não se quer do ano velho e desenhar mentalmente os desejos que queremos trazer para o novo ano. Visitam-se templos, escrevem-se intenções e é também uma altura de limpezas na casa, mudanças na disposição de móveis e destralhar e doar tudo o que não nos faz falta para este novo ano. Isto traduz-se tanto em casa como no nosso corpo.

 

Este ano saímos de um ano rato, caracterizado por mudanças bruscas e rápidas e entramos num ano boi, focado na construção robusta e sólida de projetos, mas que apresentam obstáculos que exigem esforço, método e disciplina – características associadas a este animal. A força para estas lutas vem da lealdade com os nossos laços afetivos e por isso é ano de se nutrir com a família e amigos chegados. Ano de mudanças lentas e com esforço, mas sólidas se conseguirmos manter a firmeza e a disciplina.

 

Aproveitamos a data para iniciar novos rituais baseados nas tradições asiáticas que nos podem trazer um estímulo ao nosso sistema imunitário e ainda nos ajudam a aquecer no inverno e a sermos mais saudáveis. Mas afinal o que é um ritual? É um conjunto de práticas que efetuadas em conjunto potenciam a aprendizagem por parte do nosso cérebro como um hábito. Tem neste caso um objetivo preventivo de doenças e de focar a nossa atenção na realização do próprio ritual. São pequenos conjuntos de ações diárias, semanais ou mensais que procuram a harmonia do corpo e da mente.

 

E que ritual de novo ano chinês podemos nós incorporar este inverno? Partilho convosco o meu ritual matinal que mais impacto sinto nesta altura do ano.

De manhã ao acordar, começo o dia por escovar a língua e logo de seguida faço oil pulling (ato de bochechar com óleo). Creem os asiáticos na medicina chinesa e na ayurvedica que as toxinas se acumulam na forma de revestimento da língua formando uma capa, mais espessa e mais amarelada. Acreditam também que causam mau hálito e interferem com a respiração e as amígdalas. Conseguimos desta forma eliminar bactérias e ao mesmo tempo o ato de esfregar a língua estimula as enzimas digestivas a começarem a trabalhar.
Assim, a primeira ação do dia é raspar a língua, sempre do fundo para a frente, 3 a 7 vezes (pode chegar a um máximo de 14 vezes), enxaguando o raspador entre as vezes. Logo depois, começo a bochechar 5 a 20 minutos com óleo, a tal técnica de oil pulling – com os elixires de óleo de coco da Unii. Se fizerem esta técnica, ao fim de 3 semanas já vão notar bastante diferença. O objetivo do oil pulling é arrastar com o óleo todas as impurezas que possam ir ficando incrustadas na boca e que não são hidrossolúveis (e como tal, não são arrastadas pela água). É importante não ingerir o óleo, é suposto ser descartado. Logo de seguida, lavo os dentes como normalmente.
Que óleos podemos utilizar? Óleo de sésamo é frequente na Ásia e é ótimo, mas eu costumo usar óleo de coco. A vantagem do coco é que tem um efeito branqueador adicional e é antibacteriano também.
Enquanto bochecham o ideal seria utilizarem este tempo para respirarem profundamente, conectarem-se com vocês, com o que querem que esse dia seja, que sentimentos e ações querem propagar nesse dia. Podem até ouvir música e pode começar com 5 minutos apenas. Só implica levantar 10 minutos antes do habitual e conseguimos eliminar toxinas mais facilmente, estimular a digestão, respirar profundamente e ainda algum tempo de conexão connosco.

 

Costumo ainda adicionar mais dois passos que fazem muita diferença:

Durante o inverno, bebo chá de gengibre com limão e canela. Para fazer este chá, junto simplesmente água quente com óleos essenciais com certificado alimentar – 2 gotas de cada um para uma chávena de água e um pau de canela ou uma colher de café de canela em pó.
O gengibre ajuda a digestão, favorece a absorção de nutrientes por parte do intestino e aquece o corpo. O limão fornece antioxidantes e evita constipações. A canela é anti-inflamatória e ajuda a aquecer as extremidades. Juntos fazem uma combinação ideal.

Quando vou para o banho, aplico a técnica de dry brushing. Com a pele seca, passo uma escova própria no corpo para remover as impurezas, as células mortas e promover a circulação. Se a fizerem, sentirão o corpo mais tonificado e com mais energia. Com a prática e ao longo do tempo, vão ter menos celulite e ajuda também a regenerar o colagénio da pele. Começo dos pés para cima em direção ao coração e aos gânglios linfáticos, passo pelas mãos e só depois no tronco. Idealmente escovamos 6 vezes cada zona. Para aumentar a eficácia, tomo um banho frio, mas podem também começar com água quente acabar com água fria.

Ao fim de 3 a 4 semanas de ritual diário vão sentir mais energia, menos cansaço, corpo mais tonificado e um hálito mais fresco. Estes são pequenos passos tão simples e transformadores, mas que valem mesmo a pena experimentar!